O poder da língua: Como se redimir de palavras “mal ditas”

Acho importante exaltar o poder que as palavras têm na vida de cada um de nós. Um rótulo que se coloca em um filho nos primeiros anos de vida costuma ficar e marcar uma personalidade. Quantos pais rotulam seus filhos de tímidos, bagunceiros e outros? Os envolvidos podem até nem lembrar, mas o inconsciente da criança absorveu e escreveu o rótulo. Com a língua redimimos e matamos. Temos que ter cuidado. Vejamos que muitas vezes um casal rompe o relacionamento não por falta de amor, mas por falta de linguagem ou mal uso dela.

como se redimir

Palavras mal ditas têm conserto?

As palavras de discórdia, maldição, ódio e inveja machucam e geram feridas. Para consertar, temos algumas atitudes que ajudam nesse processo: reconhecimento, humildade, arrependimento, perdão e amor, muito amor!! A marca dos erros pode ser substituída e ser lembrada como aprendizado e amadurecimento.

Certa vez uma pessoa me perguntou: viviane será que eu tenho que ficar tentando lembrar as palavras que falei pros meus filhos em busca dos meus erros? Tenho que levar esta culpa?

 A resposta é não!! Em nenhum caso a culpa vai te ajudar ou acrescentar algo de bom.

Os pais doam o que podem e doam aquilo que eles receberam. As omissões, os erros, os excessos cometidos certamente marcaram seus filhos de uma forma ou de outra. Se eles ainda são crianças, veja as possibilidades para se redimir:

  1.  Reveja suas crenças e as palavras que tem proferido em suas vidas
  2. Refaça aquilo que julga necessário
  3. Susbtitua suas frases de julgamento por uma conversa sobre o que ele tem que melhorar.
  4. Jamais perca de vista que a mudança do seu filho perpassa pela sua mudança e pela mudança na relação dos pais e dos familiares que fazem este papel.

Se seus filhos já são adultos:

  1. Caberá a eles, quando conscientes disso, entenderem que só eles poderão buscar uma forma de resolver o que não ficou bem resolvido.
  2. Você pode ainda buscar uma conversa franca e pedir perdão pelo dito ou não dito.
  3. Perdoe e peça perdão quantas vezes você sinta necessidade.

 Lembre-se que o amor é o único caminho para o verdade perdão! É isso aí: livre-se da culpa e ame cada vez mais!

A minha dica de leitura para hoje é: o poder da língua!

Leave A Response

* Denotes Required Field